Alexander Gromow Conteúdo Nossos Colunistas

Vee Dub Logo-Day

Aproximadamente 160 veículos VW formam o gigantesco Logotipo VW

África do Sul realiza no dia 28.05.2011 um evento para formar um logotipo VW com 60 metros de diâmetro, formado por veículos VW.

A África do Sul é um país que fabricou o Fusca e que também possui uma tradição muito grande de Fuscamania. Ao contrário da VW do Brasil a VW of South África demonstra na prática ter muito mais respeito e amor por sua própria história, tanto que lá existe um pequeno Museu VW. Com uma influência européia muito forte a manutenção de tradições tem um valor importante na cultura local. O movimento Fuscamaniaco é presente e já realizou grandes eventos, este é mais um deles.
O ativista VW de Johanesburgo, Pierre Eksteen, conhecido por Bugger (quem anda de Bug – Fusca), tomou a si a organização e realização do Vee Dub Logo-Day de 2011 (Vee Dub quer dizer VW no jargão Fuscamaniaco inglês), veremos como isto aconteceu. Antes deste a África do Sul já tinha formado dois outros logos, o último em 2001, e ele esteve envolvido nestes eventos também.

Pierre Eksteen, conhecido por Bugger

Pierre tem uma grande experiência em eventos e já tinha organizado, dentre outros, o Bugfest (Festa do Fusca) em 2001 no Autódromo de Kyalami. Ele é conhecido por ser um maluco por Fuscas que não mede esforços para demonstrar isto. Em 2010, incentivado pelos apelos de Fuscamaniacos que participaram de Kyalami-2001, o Pierre sugeriu que o Johannesburg Beetle and Volkswagen Club realizasse um novo evento, mas seu pedido não teve eco naquele momento.

Heide-Marie Von Der Au (amiga que fez o layout do logotipo de despedida do Motor VW Refrigerado a Ar

A Heide-Marie Von Der Au edita uma agenda para antigomobilistas chamada Motorheads onde são listados os eventos previstos para o ano, e quando a edição de 2011 estava prestes a ser encerrada o clube ainda não havia tomado uma decisão sobre a realização de um evento; ai o Pierre decidiu tocar o empreendimento por conta e custos próprios. Mas, desta vez a opção recaiu somente pela formação do Logo VW, empreendimento menos complexo que um Bugfest completo.

No início de fevereiro de 2011 o Johannesburg Beetle and Volkswagen Club teve uma assembléia geral e os dois melhores amigos do Pierre, o Harold van Herden, o Bonny, e o Deon Watson, foram eleitos vice-presidente e organizador de eventos, respectivamente. E, surpreendentemente, o Pierre, mesmo ausente na assembléia, também foi “eleito” organizador de eventos! Com esta jogada estratégica o clube entrou na organização de um evento que o Pierre já estava organizando e que continua a chamar de somente seu… Mas o Pierre decidiu dar uma chance ao clube que necessitava uma ajuda para melhorar a sua imagem e deixou que o nome do clube aparecesse em conjunto com o evento. Em sua posição de amante do Fusca o Pierre sonha em ver o clube forte e ativo como há dez anos. Naquele tempo o Pierre e o Bonny tocavam o “Herbie and Friends Social Club”, (Clube Social do Herbie e Amigos), que realizava eventos incríveis e sem cobrança de taxas.

O local escolhido para o evento foi a Riversidefarm, em Fourways, a cerca de 40 Km ao norte de Johanesburgo, província de Gauteng. Esta fazenda tinha um espaço amplo o suficiente para abrigar o gigantesco logotipo com 60 metros de diâmetro. A marcação do logo para o evento foi feita a partir de um desenho feito por computador em CAD a partir de um Logo VW dianteiro de uma Kombi antiga, que serviu de modelo. Com ajuda do computador foi estabelecido o diâmetro externo e as demais medidas para compor o VW. Para marcar a trilha na qual os carros deveriam se alinhar a Renay, esposa do Pierre, sugeriu o uso de um cortador de grama. Foi amarrada uma corda de 30 metros num postinho cravado no centro do logotipo e o Pierre pilotou o cortador de grama fazendo o círculo externo depois a corda foi encurtada para fazer o interno. Por triangulação foram feitas as demais demarcações. O processo ficou mais econômico do que o uso de tinta usada para campos esportivos e funcionou muito melhor do que nos dois logos anteriores, nos quais o Pierre também esteve envolvido.Pierre tem uma empresa de transportes e logística e uma empresa especializada em transmissões especiais para Fuscas, em especial equipamento para competição. Trata-se da Bugger Transmissions. O carro de demonstração de seus produtos é um Fusca com teto cortado, equipado com motor turbo e transmissão de competição; ele atinge 180 Km/h em 3ª marcha.

Renay, Bonny e Deon

O Pierre comenta que deve ter organizado 97% do evento desde a escolha do local, colocar o anúncio na agenda Motorheads, fazer o marketing do evento usando os panfletos criados pela Heide-Marie, e reunindo-se com comerciantes interessados em participar do evento. A corrida atrás de patrocínio foi complicada e os três, Pierre, Bonny e Deon participaram deste desafio. Tanto que os três e outro amigo tiveram que patrocinar os troféus. Adiante foram organizados os prêmios para o sorteio, os troféus foram definidos.

Troféus do evento que foram distribuídos aos participantes

O evento ocorreu num sábado. Na quita-feira anterior ao evento uma equipe composta por Pierre, Bunny e Deon, com a ajuda do jardineiro do Pierre e de um amigo deste demarcaram o logo. Na sexta-feira os três amigos foram a vários lugares buscar o equipamento de som, mesas e cadeiras, e todo o equipamento necessário a um evento destes.

Também foram emprestados dois brinquedos infláveis (castelos com pula-pula) para divertir as crianças, que foram montados para conferir se estavam em ordem. Enquanto a equipe se afastou e foi demarcar as áreas de acesso proibido com fitas, alguém desligou o compressor de um dos brinquedos infláveis, deixou esvaziar e o roubou. Isto parecia um sinal de mau agouro para o evento… Mas, por sorte, não foi.

No detalhe do troféu vê-se: a citação à Associação de Cães-Guia (South African Guide-Dogs association for the blind), o logo do evento deste ano e no fundo a foto do Logo VW de 2001. Sem dúvida uma bela recordação

O sábado amanheceu gelado, quando os primeiros carros começaram a chegar à Riversidefarm a temperatura estava por volta dos 4º Celsius, a relva estava toda branca, coberta de geada. Isto deve ter feito com que alguns Fuscamaniacos tivesse desistido da festa, mas o comparecimento foi dentro do previsto.

A grama gelada e as botas da Heide-Marie cobertas de gelo, demonstram a quantas o frio andava

O evento teve a finalidade de colaborar com a “South African Guide-Dogs Association for the blind” (Associação Sul Africana de Cães-Guia para Cegos) e a idéia era recolher donativos na entrada do evento, tanto para custear despesas como para ajudar a associação de cães-guia. Mas as coisas não saíram como projetadas, o montante arrecadado não cobriu as despesas e o Bonny acabou fazendo uma cotização adicional para poder levantar o montante que foi doado.

A “vaquinha resultou num cheque de 10.000,00 Rands, o que equivale a uns US$ 1.500,00

Quem deu uma olhada na foto do Logo VW deste ano deve ter notado uma gigantesca Kombi saia e blusa, amarelo e branco, no topo da imagem. Trata-se da maior Kombi inflável do mundo. Esta Mega-Kombi, havia sido fabricada para um evento empresarial e estava à venda e o Pierre acabou comprando a Kombi para usar neste e em outros eventos. Ele espera que este investimento traga retorno como chamariz para o público. O interior da Kombi é oco e pode ser usado para várias atividades. Neste evento ela abrigou o pessoal que estava imprimindo as fotos do evento. Suas dimensões são 10m x 5m x 4m.

Os extremos: a Mega-Kombi e os minúsculos Fuscas encurtados…

Vários brindes foram sorteados aos participantes, como por exemplo: agendas Motorheads, livros sobre o VW Citi escritos pelo amigo John Lemon e editados pela VW da África do Sul e que foram doados pelo Auto Pavilion – que é o Museu da VW of South África. Volkspares, Adendorff, Auto Pursuit, Supa Quick Birchleigh, Refrigerated Transport Services, Bugger Transmissions etc. foram patrocinadores também. Também foram sorteados três sobrevôos de helicóptero do Logo VW pronto, um prêmio fantástico!

africa1
A mesa com os brindes para o público. Com os livros, agendas, troféus e muito mais… O helicóptero, peça fundamental neste evento, permitiu o registro do Logo VW formado

Outra atração do evento foi o mercado das pulgas que ofereceu peças, roupas e outros itens destinados a colecionadores. Também foram montadas barraquinhas de comida para atender o pessoal.

Além do Johannesburg Beetle and VW Club, participaram do evento outros clubes convidados como o VW Sport Beetle and Bus Club e o Jacaranda Beetle Club.

Na África do Sul também existem mulheres que gostam de Fusca a tal ponto de fazer tatuagens com o carrinho…

O evento transcorreu em paz e foi mais um sucesso do Pierre, ficam aqui os parabéns por sua determinada e vitoriosa iniciativa. Como podemos ver neste relato, a situação de relacionamento em clubes se repete em vários países e a condição de se ter pessoas fortes que tomam a peito a realização de eventos e a coordenação de clubes não é uma exclusividade deste ou daquele clube ou país. Ainda bem que os eventos saem independentemente das dificuldades, pois cada evento é um passo importante para a manutenção dos carros e do hobby como um todo. Certamente alguns de vocês poderiam relatar situações semelhantes que podem ter ocorrido aqui mesmo no Brasil.

O vídeo que se segue mostra fotos e fatos do evento, um modo de em poucos minutos ter uma visão geral da festa.

 

   ÁLBUM DE IMAGENS

Colaboração e fotos: Pierre “Bugger” Eksteen e
Heide-Marie Von Der Au

Comentários do Facebook

Alexander Gromow

Ex-Presidente do Fusca Clube do Brasil. Autor do livro EU AMO FUSCA e compilador do livro EU AMO FUSCA II. Autor de artigos sobre o assunto publicados em boletins de clubes e na imprensa nacional e internacional. Participou do lançamento do Dia Nacional do Fusca e apresentou o projeto que motivou a aprovação do Dia Municipal do Fusca em São Paulo. Lançou o Dia Mundial do Fusca em Bad Camberg, na Alemanha. Historiador amador reconhecido a nível mundial e ativista de movimentos que visam à preservação do Fusca e de carros antigos em geral. Participou de vários programas de TV e rádio sobre o assunto. É palestrante sobre o assunto VW com ênfase para os resfriados a ar. Foi eleito “Antigomobilista do Ano de 2012” no concurso realizado pelo VI ABC Old Cars.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados