Alexander Gromow Conteúdo Nossos Colunistas

Quando o pequeno é GIGANTE!

Miniaturas customizadas no Brasil encantam o mundo…

Quem gosta de carro, carro antigo e em especial Fusca e seus derivados, sabe que este sentimento não tem fronteiras. Isto se aplica aos carros bem como a tudo aquilo que gravita em torno dos carros seja em que escala for. Sim, as miniaturas são um item importante no esquema de idolatria que compõe um hobby ligado a automóveis. Elas acabam de um modo ou de outro envolvendo amigos que podem estar distantes uns dos outros, como vamos ver neste artigo.

Vamos dividir o artigo em dois episódios com características diferentes, porém com pontos em comum – miniaturas customizadas no Brasil enviadas para outros países.

Os New Beetles da Shelley e do Tim

O primeiro episódio começa com uma amizade “de Internet” que começou há mais de 10 anos. A amizade com a Shelley Keys começou a partir de uma busca que eu fiz de enfeites de Natal com a forma do Fusca nos EUA. Entrei num fórum dedicado a miniaturas de Fusca e a Shelley, que mora em Dale City, na Virginia, se prontificou a me ajudar. Disso nasceu uma tradição de troca de miniaturas e presentes que perdura até hoje. Antes de viajar para Orlando, na Flórida, eu aviso à Shelley em que hotel eu vou ficar e as datas de chegada e partida. Do meu lado eu preparo o meu lote de “Fuscacoisas” e outros mimos para levar e uma das primeiras coisas que faço em Orlando é passar na UPS e enviar a “encomenda anual” para a Shelley. Em contrapartida alguns dias depois chega um pacote no hotel, geralmente com enfeites de Natal com a forma do Fusca e outras coisas que eles, a Shelley e seu marido Tim, vão reunindo no decorrer do ano. Não há nenhuma obrigação de parte a parte, tudo ocorre de uma maneira espontânea e ninguém fica calculando quem gastou mais ou menos com os presentes para o outro. É uma situação realmente inusitada e a gente pode dizer que o Fusca fez mais um de seus milagres. Eu não conheço a Shelley pessoalmente ainda, pois ela mora no estado da Virgínia e eu costumo ficar na Flórida e foi só em janeiro deste ano que nós falamos pela primeira vez por telefone, e como ela não gosta muito de tirar fotos acabei recebendo fotos dela pela primeira vez agora para ilustrar este artigo…

Eu sempre tento encontrar itens brasileiros para enviar para a Shelley, mas isto está ficando cada vez mais difícil, já que a concorrência chinesa acabou fazendo com que muitas empresas de miniaturas e brinquedos brasileiras fechassem. E comprar itens chineses não tem graça alguma já que geralmente os mesmos itens existem nos EUA.

No ano passado eu estava procurando algo para levar para a Shelley e veio a idéia de encomendar uma miniatura customizada, ou seja, mesmo sendo uma miniatura importada ela seria retrabalhada aqui no Brasil agregando detalhes que a diferenciariam daquelas de mercado. Em agosto de 2010 eu enviei um e-mail com uma série de alternativas de miniaturas a serem retrabalhadas desde Fusca até Kombi, mas como resposta veio a sugestão que fosse uma miniatura de New Beetle metade verde, a cor do carro dela e metade vermelho, cor do carro do Tim, seu marido…

Ai eu passei a falar com um grande especialista no assunto customização de miniaturas, o Roberto Giglio De Stefano, mais conhecido por Beto Cridê. Nós nos conhecemos em julho de 1987, quando ele foi se inscrever no então Sedan Clube do Brasil – assim fica claro que ele é um fuscamaniaco de longa data também – tanto é assim que seu trabalho é reconhecido e tem a aprovação da VW do Brasil. Definimos que o que seria feito seriam duas miniaturas copiando o melhor possível os carros da Shelley e do Tim. Para tanto era necessário receber fotos dos carros. O Beto chega ao detalhe de pintar o carro com a tinta original de fábrica e ai foi necessário obter os códigos das cores, no caso o verde metálico do carro da Selley tem o código “LG6V” e o vermelho plano do carro do Tim é o “LG3L”. Com isto as miniaturas já tinham a semelhança básica assegurada, mas os detalhes foram meticulosamente verificados pelo Beto nas fotos que chegaram e todos aqueles que eram exeqüíveis em função do tamanho da miniatura foram executados. Inclusive as faixas laterais do carro da Shelley que tem a figura do “Mr. Bubblehead VW” que foi meticulosamente reproduzido na escala exata!

Foto recebida da Shelley com os dois New Beetles e de onde foram pesquisados os detalhes para as miniaturas. Veja o Mr. Bubblehead VW e o logo Wolfsburg na direita da faixa decorativa cinza.

Para que a Shelley soubesse o que representa o trabalho de customização de uma miniatura a partir de fotos dos carros originais eu informei a ela o passo a passo do meticuloso trabalho que foi realizado nas miniaturas.

minis1
Ampliando a foto do carro da Shelley aparece o Mr. Bubblehead VW. A diferença de tonalidade de cor das fotos decorre da sensibilidade diferente das máquinas digitais usadas. Na miniatura final (d) o detalha já colocado com incrível semelhança. Inclusive o logo de Wolfsburg na direita da faixa decorativa foi reproduzido (aparece como um ponto na fotografia)

Em novembro de 2010 enviei um e-mail explicando que o processo de personalização envolve muitos passos delicados, dura em média um mês e começam com o estudo das fotos dos carros originais e definição dos detalhes que poderão ser reproduzidos – neste ponto o contato do artesão com o cliente é muito importante para a definição do projeto final. Ai se passa à ação com o desmantelamento completo da miniatura original. Em seguida, as peças que serão pintadas são tratadas para receber a nova pintura, em muitos casos a pintura original tem que ser retirada. No caso das miniaturas de New Beetle foram usadas tintas VW originais a fim de combinar a cor de seus carros com a maior precisão possível (razão pela qual eu havia pedido para obter o código de catálogo das tintas originais de seus carros), portanto, com o objetivo de alcançar um resultado ótimo. Em seguida, os detalhes de personalização são feitos, de acordo com as possibilidades que a escala do modelo permite (uma escala menor torna mais difícil reproduzir todos os detalhes do carro original). Segue, com muito cuidado, a remontagem da miniatura, este é um procedimento muito delicado por causa da possibilidade de arranhões. Pedi ao Beto para enviar algumas fotos para mostrar como as miniatura estavam nascendo… Ele tirou fotos diretamente de sua mesa de trabalho com um iPhone:

As carrocerias dos New Beetles já pintadas, sobre a bancada de trabalho (e). O Bubblehead VW e a faixa decorativa já foram aplicados ao carro da Shelley (d)
As carrocerias dos New Beetles já pintadas, sobre a bancada de trabalho (e). O Bubblehead VW e a faixa decorativa já foram aplicados ao carro da Shelley (d)

Conhecer tudo isto faz a diferença entre receber uma caixa com uma miniatura pronta ou vivenciar a transformação de uma miniatura “standard” em uma miniatura customizada que tem que parecer o máximo possível com o veículo original, sabendo o que é necessário para que a transformação ocorra. A meu ver isto também valoriza o trabalho do artesão que no caso do Beto Cridê atinge um nível de excelência amplamente reconhecido.

Quando eu enviei as fotos acima eu perguntei à Shelley se ela gostaria de receber fotos dos carros prontos por e-mail antes deles serem enviados para ela, no que ela respondeu:

“Olá Alexander! WOWWWW! Essas (fotos) são incríveis! Eu não posso acreditar como é duro o trabalho envolvido em fazer estes belos carros que se parecem com os nossos! Seu amigo é muito talentoso! E isso é surpreendente que ele usou os códigos reais da pintura e tudo mais. Eu vejo o Sr. Bubblehead – WOW! É incrível como ele pôde conseguir esse detalhe tão pequeno! Somos muito gratos a você e a seu amigo por estas incríveis obras de arte! Nós esperamos ansiosos para obter os resultados finais no próximo mês… Então você está indo para a Flórida? Isso é ótimo. Reunimos alguns itens para você também. Oh, em relação a ver fotos das miniaturas quando elas estiverem prontas, nós adoraríamos vê-las, mas achamos que seria melhor ser surpreendidos quando abrirmos o pacote (…)
Shelley (& Tim)”

No ano passado o pacote para a Shelley foi enviado de Orlando no dia 22 de dezembro e chegou para ela no dia 24, um recorde, considerando que era época de Natal! Então recebi o seguinte e-mail:

“WOW!!! É o que eu posso dizer sobre as coisas que recebemos! OBRIGADO, OBRIGADO e OBRIGADO! Nós AMAMOS, AMAMOS, AMAMOS as miniaturas de nossos carros! E elas são tãooooooo lindas! É incrível como ele (o Beto) conseguiu duplicar os pequenos detalhes de nossos carros!!! Ele é tão talentoso! E vocês são amigos tão especiais por conseguir que estas miniaturas fossem feitas para nós! E nós adoramos os Fuscas de plástico também! Eles são tão legais! E as pequenas bolsas são uma gracinha! Eu as adorei! (…) Bem, tenha um Feliz Natal e obrigado novamente! Nós realmente valorizamos a nossa amizade com vocês dois. É incrível como você pode se tornar apenas amigos através de e-mail . 🙂
Diga a Maria Lucia que dissemos Olá.
Tim & Shelley”

Uma foto tirada em março de 2011 para comprovar que as miniaturas chegaram até a Virginia, nos EUA, aliás, a primeira foto que recebi da Shelley e do Tim que aparece na boa companhia de sua cadelinha “Chiuahua” chamada Scirocco:

Tim e Shelley seguram suas miniaturas enfrente ao carro da Shelley, nota-se que a cor está perfeita

Aqui está um exemplo de como a família da Shelley leva a paixão por VW a sério, a cadelinha chama Scirocco e no inverno a capinha de proteção é uma Kombi!!!

Eles têm dois New Beetles, Fuscas e colecionam itens ligados a estes carros.
O Tim trabalha numa concessionária do Grupo VAG que representa todas as marcas VW nos EUA e gosta muito do que faz.

Scirocco vestida de Kombi

A reação da Shelley e do Tim ao receberem as suas miniaturas personalizadas não foi para menos, tomando por base o resultado do excelente trabalho do Beto Cridê como pode ser conferido nas fotos abaixo tiradas por ele:

Detalhe para os nomes da Shelley e do Tim no local das placas personalizando ainda mais as miniaturas

O VW Brasília do Filippo Massa

O Filippo Massa é um grande amigo que mora em San Remo, Província de Impéria, Itália. Conhecemos-nos inicialmente pela Internet e depois nos encontramos em Bad Camberg, na Alemanha, no encontro em que eu lancei o dia Mundial do Fusca em 1995. De lá para cá permanecemos em contato. Ele também escreveu um livro sobre o Maggiolino, que é como o Fusca é chamado na Itália: “L’auto del Secolo”. Tive a oportunidade de contribuir com o livro inclusive em sua capa, pois o Filippo decidiu usar o desenho tosco de Fusca da primeira propaganda que saiu no Brasil que havia sido encontrado pelo Jason Curvello Vogel. Por falar nisto, a caixa na qual o seu VW Brasília viajou para a Itália foi personalizada com a capa do livro dele:

A embalagem da miniatura

O Filippo recebe as informações sobre os artigos no Maxicar, pois ele entende o português, e no comentário que ele fez para a matéria do Classic Fusca 2010 ele falou de uma miniatura de Brasília que teria comprado no e-Bay. Na verdade ele queria saber se na mesma coleção que havia distribuído o Brasília também foram distribuídos Fuscas, já que ele não tem uma miniatura de Fusca brasileiro na gigantesca coleção dele.

Respondi que não havia uma miniatura original de um Fusca brasileiro já que o carro feito no Brasil difere dos carros feitos na Alemanha e em outros países – e a maioria das miniaturas se baseia em carros alemães, só as que o Beto Cridê customiza para torná-las “brasileiras” e enviei o link para o catálogo dele. Mas qual foi a surpresa? Ele se encantou com o VW Brasília código 365, escala 1/43, cor bege. Isto foi no fim de novembro e eu perguntei ao Beto se seria possível aceitar o pedido de um VW Brasília, e como a resposta foi positiva passamos a ter dois projetos rolando ao mesmo tempo…

Do mesmo modo como foi feito com a Shelley eu passei para o Filippo os passos da customização de seu VW Brasília que também foi pintado com a cor original de fábrica e depois cuidadosamente remontado com se pode ver nas fotos abaixo:

O passo a passo da personalização

A estas alturas, quando o Filippo recebeu as fotos ele comentou:

“Caro Alex! Vejo o nascer um super Brasília… Será que seria possível receber um certificado (certidão de nascimento) personalizado dedicado a mim? Você também vai me dizer como pagar por esse trabalho maravilhoso que será verdadeiramente único em minha coleção. Como sempre acontece com você me sinto em dívida com a gentileza com que sempre me dedica e eu nunca sei a maneira correta de retribuir!”

Eu respondi a ele e disse que era um presente e que o iríamos dar um jeito de emitir o certificado que ele havia pedido, vejam como ficou:

Ai está a jóia pronta e com uma certidão de nascimento “Certificato de nascita” personalizado dedicado ao Filippo Massa

Vejam como o VW Brasília ficou:

Todos os detalhes que uma miniatura desta escala permitem foram cuidadosamente executados. Também neste caso a placa recebeu o nome do feliz proprietário: Fillipo

O Filippo é um grande colecionador de miniaturas e reservou um lugar especial para esta que acabou chegando antes do Natal na Itália, outro milagre, pois os Correios haviam estimado que o pacote levaria 20 dias para chegar e acabou levando menos do que uma semana! Pedi ao Filippo uma foto para este artigo e ele enviou esta:

Filipo deixou o seguinte depoimento:

Para minha grande alegria recebi de meu amigo Alexander Gromow um modelo da VW Brasília preparado com grande habilidade por seu amigo Beto. Este modelo tem ingredientes especiais (as placas com o meu nome ‘Filippo’, por exemplo!), uma pintura original Volkswagen e outros refinamentos que fazem deste modelo uma verdadeira jóia. Se somarmos à raridade na Europa de miniaturas dedicada à produção da Volkswagen do Brasil, aqui eu posso dizer com orgulho que, graças ao meu bom amigo Alexander, encontro-me a ser um dos poucos na Europa e talvez o único na Itália a possuir uma obra de arte do grande modelista Beto.
Obrigado Alexander e obrigado Beto, pela amizade que sempre demonstrou a mim e pelo excelente trabalho. Que Viva o Brasil!”

Agora é hora do grande artífice falar, mas antes disto mais uma das diabruras deste artesão incrível. Vejam o que ele acaba de fazer a partir de uma foto que veio de Santa Catarina mostrando um colono descendente de alemães transportando bananas em seu Fusca:

minis5
O Fusca com uma pintura diferente e a “boca” cheia de bananas… Atenção: isto é uma miniatura, vejam a riqueza de detalhes, incrível

 

O Beto Cridê enviou o seguinte depoimento:

O meu amigo e cliente Alexander Gromow, me trouxe dois desafios. Fazer duas réplicas de New Beetle para um casal norte-americano e uma Brasília para um colecionador exigente da Itália. Todos são amigos de Gromow, o que aumentou a responsabilidade do trabalho. Justamente porque eu teria que satisfazer o meu cliente direto e o indireto, com os quais não tive contato. É mais fácil quando eu converso com o cliente, do que quando tenho informações do cliente. Um era dos EUA e o outro da Itália, costumes diferentes e trabalhos distintos. Foi um grande desafio, apesar de receber um briefing perfeito pelo Gromow. Foram trabalhosas, com muitos detalhes e o resultado foi espetacular, ditado pelos próprios presenteados, enviaram fotos com o sorriso no rosto, e e-mails elogiando o trabalho. O meu sentimento foi o melhor possível, ser elogiado quem não gosta, não é mesmo, mas saber que o seu trabalho está fazendo parte dos acervos pelo mundo, é muito gratificante. Eu já tinha vendido algumas miniaturas para a França, Alemanha, Holanda, Suécia, Espanha e para o Canadá. Mas com o pedido do Gromow, tive a oportunidade de aumentar para a Itália e para os EUA. E não só aumentar os países, mas sim superar as expectativas dos clientes, mesmo daqueles que nem imaginavam em receber uma miniatura feita especialmente para ele, este fator da exclusividade é fundamental para a valorização tanto de quem faz como de quem recebe.”

O Beto também foi entrevistado pela DW – Deutsche Welle, TV estatal alemã, no contexto de uma reportagem sobre o VW Gol, vejam a parte da reportagem em que ele aparece:

 

 

Comentários do Facebook

Alexander Gromow

Ex-Presidente do Fusca Clube do Brasil. Autor do livro EU AMO FUSCA e compilador do livro EU AMO FUSCA II. Autor de artigos sobre o assunto publicados em boletins de clubes e na imprensa nacional e internacional. Participou do lançamento do Dia Nacional do Fusca e apresentou o projeto que motivou a aprovação do Dia Municipal do Fusca em São Paulo. Lançou o Dia Mundial do Fusca em Bad Camberg, na Alemanha. Historiador amador reconhecido a nível mundial e ativista de movimentos que visam à preservação do Fusca e de carros antigos em geral. Participou de vários programas de TV e rádio sobre o assunto. É palestrante sobre o assunto VW com ênfase para os resfriados a ar. Foi eleito “Antigomobilista do Ano de 2012” no concurso realizado pelo VI ABC Old Cars.

1 Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados