Conteúdo Fatima Barenco Nossos Colunistas

MAURÍLIO DE ALMEIDA ALVIM – Veteran Car Club do Brasil – Juiz de Fora, MG

A simpatia e simplicidade de um “opaleiro”

“Sou uma pessoa simples, procuro falar pouco e ouvir mais.” Com seu jeito tipicamente mineiro de ser, este empresário de 52 anos assumiu há cerca de um ano um importante clube dentro dos quadros da Federação Brasileira de Veículos Antigos (FBVA): o Veteran Car Club do Brasil – Clube do Automóvel Antigo de Juiz de Fora, MG.

Casado e pai de duas filhas, Maurílio de Almeida Alvim dá muito valor às amizades sinceras e verdadeiras e entre os automóveis antigos, nutre uma paixão especial por um dos maiores clássicos brasileiros de todos os tempos: o Opala, modelo do qual tem dois. Este mês, tive a honra de entrevista-lo.

Nos conte um pouco da história do Veteran Car Clube – Clube do Carro Antigo de Juiz de Fora.

Maurílio – O nosso clube foi fundado em outubro de 1990. Durante sua existência foram realizados 16 encontros e este mês estaremos realizando mais uma edição. O CAAJF é um clube federado, e que se faz presente na maioria das atividades antigomobilistas do país.


Para os antigomobilistas que desejarem se filiar ao clube, o que é necessário e qual o contato?

 

    Mesmo com a dificuldade em conseguir patrocinadores, estaremos realizando o evento e acreditamos que será um dos melhores já realizados

Maurílio – Estamos sempre de portas abertas para receber novos sócios. Para se filiar entre em contato pelos telefones:
Maurílio: (32) 9977-3424
Eloisio: (32) 9938-6508

Como estamos próximos de encontro anual do Veteran Car Clube de Juiz de Fora, nos fale sobre o evento para esse ano?.

Maurílio – O 17º Encontro será realizado nos dias 31 de julho, 1 e 2 de agosto no centro de convenções Expominas Juiz de Fora, conforme já divulgado pelos sites Maxicar, Autoclassic e FBVA.
Mesmo com a dificuldade em conseguir patrocinadores, estaremos realizando o evento e acreditamos que será um dos melhores já realizados. Contamos com a presença de todos os amigos antigomobilistas do país.

Além do encontro anual, o Veteran Car Clube de Juiz de Fora realiza outras atividades? Quais?

Maurílio e seu Opala 1974. No detalhe, o 1970

Maurílio – Sim. Uma das atividades é o Raid Juiz de Fora-Cabo Frio que deverá acontecer todo ano, pois já se tornou parte do calendário oficial de Cabo Frio. O realizado neste ano foi um sucesso e agradou a todos. Pretendemos também realizar vários passeios durante o ano.

Dificuldades, alegrias, realizações, aspirações. Como tem sido a sua ainda breve trajetória à frente do Veteran Car Clube de Juiz de Fora?

Maurílio– Boa pergunta! As dificuldades são muitas. Quando você lida com um grupo de pessoas, sempre ou quase sempre não consegue agradar a todos; mas procuro manter o grupo o mais unido possível. Não e fácil! É preciso aprender, conhecer e entender cada uma delas, para conseguir sua participação no dia a dia do grupo.

Diretoria, amigos, família. Pessoas que gostaria de deixar alguma mensagem especial?

 

    As alegrias são muitas, tenho feito boas e importantes amizades que com certeza me acompanharão para sempre.

Maurílio – Agradeço a todos pelo apoio e a família pela tolerância e paciência que muitas vezes se torna necessária.
As alegrias são muitas, tenho feito boas e importantes amizades que com certeza me acompanharão para sempre. Espero conseguir cumprir minha caminhada até o fim sem causar transtornos ao clube. Mais uma vez agradeço a diretoria pelo apoio e pela contribuição de todos no sentido de tornar a minha participação agradável na presidência.

Percebemos a dificuldade de alguns clubes para a realização de seus eventos anuais neste ano de 2009. Considera difícil conseguir patrocínio para a realização de um evento, principalmente nesse momento de crise econômica por que passamos?

Maurílio – Sim, está muito difícil conseguir patrocínios neste ano. Mas a vontade e a determinação em fazer o evento faz com que consigamos alternativas para proporcionar a todos nós antigomobilistas momentos de alegria e descontração.

Nos encontros ouvimos muitas histórias do quanto significa determinado modelo de carro para uma pessoa, das lembranças de infância e de muitas outras recordações. De onde vem sua paixão pelos carros antigos? E qual o seu xodó?

Maurílio – Sempre gostei de carros antigos, e sou admirador dos carros da década de 50 devido ao requinte dos modelos. Mas sei que vou contrariar o meu amigo Antônio Nogueira, que adora Opalas e não tem coragem de admitir. Tanto é verdade que ele tem um Opala disfarçado de Morris Oxford 1951!
Sou admirador dos opalas e tenho dois: um 1970 quatro portas e outro 1974 duas portas, ambos cuidados com muito carinho.

Que conselhos ou dicas daria para quem pensa em fundar um clube de carro antigo?

O Morris Oxford 1951 com mecânica de Opala do amigo Nogueira

Maurílio – Pense bem porque é uma missão trabalhosa. É preciso apoio e determinação. Se tiver isto, vá em frente.

Nossa entrevista esta chegando ao fim e deixamos aqui com a palavra o presidente Maurílio de Almeida Alvim, a quem agradecemos pela grande colaboração ao Portal Maxicar e a oportunidade de poder mostrar aos antigomobilistas um pouco mais de cada clube e de seus presidentes dentro desse nosso Brasil.

Maurílio – Agradeço à Fátima e ao Fernando por se lembrarem de minha pessoa.
Abraços! Maurílio Alvim
Presidente do CAAJF – VETERAN CAR CLUBE DE JUIZ DE FORA

 

Comentários do Facebook

Fatima Barenco

Editora do Portal Maxicar. Emails para essa coluna: fatima@maxicar.com.br

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário