Conteúdo Fatima Barenco Nossos Colunistas

EDIVAR SILVA GOMES – Rio Minas Clube de Veículos Antigos

“O Antigomobilismo tem um potencial que nós ainda não sabemos explorar”

Meu entrevistado deste mês é uma pessoa discreta, mas que abraça o antigomobilismo com convicção! Industriário, casado, com 2 filhos e caseiro, como ele mesmo nos contou: “gosto muito de ficar em casa curtindo a família e viajar com eles e os amigos do Clube, para participar dos eventos, mas sempre rodando com o antigo”. Seu clube tem uma característica diferente: é dividido em núcleos por diversas cidades do Rio de Janeiro e Minas Gerais, uma organização que tem por objetivo ajudar na organização e estruturação dos clubes menores. O caráter beneficente dos eventos é motivo de muito orgulho para o clube. Converso com o amigo Edivar Silva Gomes, presidente do Rio Minas Clube de Veículos Antigos.

  Como e quando surgiu o Rio Minas Clube de Veículos Antigos? Quantos sócios possui e o que o clube oferece ao seu associado?

    Todos os eventos que levaram a marca Rio Minas, tiveram caráter beneficente… podemos nos orgulhar.”

Edivar – O Rio Minas, surgiu da fusão do Clube de Veiculos Antigos de Campos com o Itaperuna Clube de Veículos Antigos, no ano de 1998, na época somávamos 16 sócios. A principio para viabilizar e fortalecer os Clubes. Hoje contamos com mais de 150 sócios cadastrados, sendo que em constante atividade, temos em torno de 80 sócios, distribuídos entre os Núcleos de Itaperuna, Campos, Macaé, Rio das Ostras e Rio de Janeiro. O Clube tem mantido contribuições simbólicas, no intuito de não onerar seus associados, mantemos um site, oferecemos brindes, honramos os compromissos com a FBVA e procuramos oferecer os Núcleos com utensílios e equipamentos que contribuam com as atividades destes.

  O Rio Minas possui uma estrutura diferente do que normalmente se vê em clubes de automóveis antigos, agregando antigomobilistas de diversas cidades, dos estados do Rio de Janeiro e Minas Gerais. Gostaria que você explicasse a nossos leitores como isso funciona.

Os eventos organizados pelo Rio Minas Clube têm caráter beneficente

Edivar – Os Núcleos, como chamamos as organizações locais do Rio Minas, tem certa autonomia e retem parte das trimestralidades dos sócios. Quando dos eventos, o associados locais decidem toda a organização, usam a logomarca do Rio Minas e contam com nosso apoio na divulgação e participação. O que temos conseguido, graças a Deus, até aqui, é que todos os eventos que levaram a marca Rio Minas, tiveram caráter beneficente, disso, acho que todos nós podemos nos orgulhar.

  Para complementar a pergunta anterior, quais vantagens você vê nesse diferente sistema de organização do Rio Minas.

Edivar – A maior vantagem, sem dúvida, é viabilizar nosso hobby em cidades de porte pequeno e médio, sem onerar os associados. Mas acho que, mesmo alguns Nucleos tendo crescido bastante, existe um espírito de equipe que tem impedido que estes Nucleos se tornem independentes, como era uma possibilidade que desde o inicio, todos esperavam. Arrisco a dizer que nossa experiência poderia ser seguida por outros clubes, pois é notório no nosso meio que há muita vaidade em jogo, que atrapalha mais que ajuda, vide o excesso de encontros de expressão média que acontece no nosso estado, que tem um grande potencial para realizar eventos grandiosos, como os que acontecem em São Paulo e no Sul do Pais.

  Percebemos que o clube tem uma preocupação em apoiar novos eventos. Normalmente vocês são procurados pelos organizadores ou parte de vocês a iniciativa?

    Arrisco a dizer que nossa experiência poderia ser seguida por outros clubes.”

Edivar – Estamos sempre dispostos a trabalhar pela divulgação da Cultura Antigomobilista, é muito gratificante quando conseguimos realizar um novo evento e podemos ver o resultado no movimento turístico da cidade onde ele acontece. Acho que o Antigomobilismo tem um potencial que nós ainda não sabemos explorar totalmente.

  Quais são os eventos realizados com o apoio do Rio Minas e quando acontecem?

Ao lado da esposa, Deny Maria

Edivar – Mantemos um encontro mensal em Macaé-RJ, todo segundo domingo do mês, em Campos-RJ temos feito eventos semanais, toda sexta-feira à noite, em frente a antiga Estação Ferroviária. Os anuais, têm ocorrido em Itaperuna-RJ e Campos-RJ. Temos planos para Macaé-RJ, porém necessitamos do apoio do poder público, e isto nem sempre é possível. Em Santa Maria Madalena-RJ, realizamos em conjunto com a ACANF de Nova Friburgo em dezembro passado e estamos conversando com a prefeitura para repertirmos a dose, com o acréscimo de um raid e gincana. O Núcleo de Itaperuna-RJ está em negociação com a cidade de Miradouro-MG.

  Qual o significado do carro antigo em sua vida e qual o seu xodó sobre rodas?

Edivar – Sempre gostei muito de automóveis, mas no Antigomobilismo me encontrei, pois podemos reunir o gosto pelos automóveis, a mecânica, a cultura, o turismo, os amigos e tudo isto acompanhado de nossa família. Meu xodó é um Passat 74 (foto principal) que comprei com a ajuda do amigo Sizenando Coutinho, do Veteran Car Clube-ES.

  Com toda essa preocupação dos carros antigos não passarem na inspeção veicular, houve uma maior procura para obtenção da placa preta em seu clube? Qual a sua opinião a respeito desse assunto.

Edivar – Acho que no Estado do Rio de Janeiro o Detran não está organizado para liberar os veículos de placa preta da inspeção. Esta já ocorre há muito tempo e os antigos não são isentos por ter placa preta, temos que evoluir neste sentido.

 8.gifEm sua opinião, falta reconhecimento dos órgãos do governo, para preservação da história dos carros antigos em nosso país? No caso museus que se fecham, a dificuldade de se rodar com os carros por serem confundidos com carros velhos…

     …quem faz o show são os veículos expostos e não faz sentido cobrar cachê de artistas…

Edivar – Com certeza toda expressão cultural no Brasil enfrenta muitas dificuldades, temos que melhorar muito neste sentido, só a educação pode modificar esta situação.

  Para quem quiser se filiar ao Rio Minas, como deve proceder?

Edivar – Basta gostar de veículos antigos, não fazemos qualquer juízo, afinal o clube é de pessoas que gostam e preservam estes veículos, sem distinção de qualquer espécie. Visite nosso site: www.cluberiominas.com.br

Encontros mensais organizados pelo Rio Minas Clube

  Nossa entrevista está terminando e deixo aqui com a palavra o amigo e presidente Edivar, a quem agradecemos imensamente pela grande colaboração ao Portal Maxicar e a todos os antigomobilistas que nos prestigiam com sua visita.

Edivar – Obrigado pela oportunidade, gostaria de parabenizar o trabalho de vocês pelo antigomobilismo e dizer que acredito que nosso movimento há de ganhar valor no mesmo ritmo da valorização dos nossos veículos. Acho que um dia ainda vamos poder frequentar eventos onde ao invés de pagar taxas de inscrição, o participante possa receber algo para participar, afinal quem faz o show são os veículos expostos e não faz sentido cobrar cachê de artistas…

 

Comentários do Facebook

Fatima Barenco

Editora do Portal Maxicar. Emails para essa coluna: fatima@maxicar.com.br

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados