Alexander Gromow Conteúdo Nossos Colunistas

Como anda o levantamento dos Clubes dedicados ao VW Antigo no Brasil

É deste escritório que está sendo conduzida a pesquisa. Daqui foram enviadas centenas de e-mails e feitos telefonemas para que fossem registrados os dados de várias agremiações. Mas ainda há trabalho para ser feito...

Colabore na busca das agremiações cujos dados ainda não estão completos. Parabéns às agremiações que já estão com seus dados completos nesta fase dos trabalhos!

Conforme indicado na matéria “Dia Mundial do Fusca de 2012”, estamos apresentando os primeiros resultados do levantamento de agremiações — sejam clubes, ação entre amigos ou grupos — dedicadas ao VW Antigo, em especial ao VW Sedan, o Fusca.

O trabalho começou um pouco antes das comemorações do Dia Mundial do Fusca de 2012. Para este levantamento foram usadas inicialmente listas de clubes que tínhamos e que fomos recebendo e integrando na tabela da pesquisa. Várias foram as fontes que usamos, como por exemplo, o cadastro de clubes de automóveis antigos do Portal Maxicar, a relação de clubes do Site da VW do Brasil (que, infelizmente, está bastante desatualizada), listas enviadas por Fuscamaniacos que aderiram aos trabalhos e a quem agradecemos.

Dados para a pesquisa

Foi estabelecida uma lista que informações básicas que permitem fazer uma análise rápida das agremiações em questão. Esta relação pode ser usada pelas agremiações que ainda não constam da pesquisa e que queiram participar. Basta enviar os dados para o e-mail:fuscabrasil@hotmail.com.
Estas informações são:

Nome do Clube:
Sigla:
Cidade:
Estado:
Status:
Fundado em:
Quantidade de sócios:
Pessoa(s) de contato:
e-mail:
Telefone:

Onde Status:
1- Clube registrado com CNPJ
2 – Ação entre Amigos com ata de fundação registrada em cartório
3 – Ação entre Amigos Simples
4 – Grupo em formação
TODAS as agremiações poderão fazer parte desta pesquisa!!!

Como se pode ver, para participar na pesquisa, neste estágio dos trabalhos, não é imprescindível que a entidade seja registrada e tenha CNPJ – queremos descobrir quem somos!

   AGREMIAÇÕES

Com isto alcançamos a seguinte situação, entre agremiações que enviaram todos os dados necessários e aquelas que foram localizadas de alguma maneira, mas ainda não completaram seus dados, aqui solicitamos a colaboração dos que conhecem estas agremiações para informar se elas ainda existem e quais são seus contatos atuais. A situação é a seguinte:

a) Agremiações consideradas OK nesta fase da pesquisa: 60
b) Agremiações cujos dados ainda não estão completos: 68
O que daria um potencial de 128 agremiações.

Aproveitamos para parabenizar e agradecer a todos que enviaram seus dados:

Para dar uma idéia da situação do Status das agremiações pesquisadas entre Clubes com CNPJ, Ação Entre Amigos com ata de fundação registrada, Ação Entre Amigos simples e Grupos em formação foi feito o seguinte gráfico:

O resultado é bastante interessante, nesta primeira fase dos trabalhos e mostra que existem 21 clubes de Fuscas registrados, outro grupo significativo é o das Ações Entre Amigos simples com 30 representantes.

A distribuição destas agremiações pelos estados brasileiros (em ordem alfabética de baixo para cima) pode ser vista no gáfico seguinte:

Estes resultados são parciais e certamente serão modificados quando a pesquisa progredir, pois temos uma boa quantidade de agremiações que ainda não puderam ser incluídas na pesquisa por falta de dados e outras que ainda não foram localizadas.

Na medida do possível foram enviados e-mails a todas as agremiações com pendências nos endereços disponíveis, poucos voltaram e de outros estamos aguardado resposta. Também foram feitos muitos telefonemas que resultaram em vários esclarecimentos que completaram dados de agremiações, também aqui existem algumas agremiações que foram contatadas por telefone e ainda não completaram seus dados.

Reiteramos a convocação para todos que têm contato com algum dos clubes da tabela acima para se engajar nesta pesquisa e colaborar no contato com estas agremiações – a meta é poder contabilizar o maior número possível delas.

Como o trabalho ainda não foi concluído, como dissemos, certamente é interessante incluir também as agremiações que não estão listados na pesquisa ainda, caso vocês tenham contatos enviem a tabela de dados do quadro acima para elas. A meta da pesquisa é dar oportunidade a todas as agremiações que possam ser contatadas para participar da pesquisa. Está sendo feito um esforço para que ninguém fique de fora deste trabalho.

Este é o selo final da comemoração conjunta do Dia Mundial do Fusca que em 2012 foi realizada no dia 26 de junho pelos clubes que aparecem no selo. Foi em paralelo com o movimento de preparação deste selo que foi iniciada a pesquisa de Clubes Brasileiros dedicados ao VW Antigo. Sendo assim este selo elaborado pelo Marco Rebuli é um marco neste movimento de união Inter-Clubes VW

A meta para concluir a coleta de dados é 26 de setembro 2012, três meses depois da comemoração conjunta do Dia mundial do Fusca, portanto mãos à obra!!!

Algumas idéias sobre a união de clubes brasileiros dedicados ao VW antigo

Conforme comentado na matéria sobre o Dia Mundial do Fusca de 2012, a união demonstrada na formação do Selo de Comemoração Conjunta, reproduzido acima, deixou entender que no Brasil pode estar se aproximando a oportunidade da criação de uma entidade guarda-chuva para acolher todos os clubes dedicados a VW clássicos do Brasil. O primeiro passo nos trabalhos ora iniciados é o levantamento dos Clubes, associações, grupos dedicados ao VW Antigo no Brasil, em primeira linha veículos empurrados pelo motor VW Boxer refrigerado a ar, que está sendo realizado confirme descrito acima.

Sugestão de logo para a Federação de Clubes de VW do Brasil, elaborada pelo Juliano Dalla Rosa, do Clube do Fusca de Poços de Caldas/MG

Não se pretende criar uma federação nos moldes da FBVA, tampouco se pretende disputar espaço ou fazer concorrência, mesmo porque as bases de trabalho, a guisa dos que ocorre na Colômbia, serão, caso o estudo que está sendo feito demonstrar a viabilidade de uma Federação Brasileira de Veículos VW Antigos, as mais leves e descomplicadas possíveis. A meta é a motivação, o apoio mútuo, a participação, a força em reivindicações em nome do grupo e assim por diante, sempre visando o coletivo e a manutenção dos carros e de suas histórias.

O caminho ainda poderá ser longo, mas agora falando no singular, entendo que seria ideal fugir de longos estatutos e evitar cobranças de taxas compulsórias, eventuais despesas seriam cobertas por rateio contra a apresentação de comprovação de gastos. Vejo a gestão como sendo democrática (50% +1) dos membros votantes, e, novamente dependendo do presente levantamento, os membros votantes poderiam ser representantes regionais (os clubes seriam agrupados em regiões que teriam sua representatividade proporcional – semelhante ao sistema de votos distritais – o Brasil é muito grande e gente demais votando só causaria ruído na decisão – sem um ganho significativo na qualidade das decisões). Vejo um colegiado formado por estes membros votantes (que representariam e votariam em nome dos clubes de suas respectivas regiões – que tratariam dos assuntos em discussão antes da votação dos representantes) e um Secretário Geral (como existem em alguns órgãos da ONU) – o que tornaria desnecessário serem eleitas figuras como presidentes, vice-presidentes, etc. Porém é claro que definições de base deverão ser tomadas consensualmente entre os eventuais fundadores da Federação.

A esta altura se pode dizer que rotular a pesquisa de clubes com o título “Federação de Clubes VW” deve ter causado muitas dúvidas entre os envolvidos. Em minhas comunicações eu estou dando ênfase à pesquisa em si, deixando a questão da federação para um momento posterior. Mesmo porque ainda não se chegou ao ponto de definir um perfil mínimo para que um dado clube ou associação possa fazer parte da futura federação, pois se entende que a adesão à federação de um destes clubes/grupos não será “automática” depois de ter participado da pesquisa.

Como já comentado por alguns colegas, em algum momento terá que ser realizada uma reunião presencial na qual serão alinhavadas as bases de uma futura federação. Reuniões virtuais em grupo, trocas de e-mails e o estabelecimento de um grupo fechado para discutir o assunto certamente serão necessárias para instruir os trabalhos.

Na América do Sul temos 3 federações estabelecidas (Colômbia – que foi a primeira liderada pelo amigo Kike Llamas, Venezuela e Equador) e uma quarta foi lançada em junho (Peru) e está em consolidação. Estes formam uma Confederação Andina de Clubes de Fusca. Na Argentina o assunto já está em discussão há algum tempo. Na América do Norte, especificamente no México, também existe uma federação. Estamos procurando estabelecer contato.

No Brasil temos uma entidade que, apesar de ter o nome de clube, age como uma federação, trata-se da ACFuscasRS – Associação de Clubes de Fuscas e Derivados do Rio Grande do Sul, entidade que coordena as atividades de clubes gaúchos afiliados, estabelecendo, dentre outros, um cronograma anual de eventos coordenado em várias reuniões com a participação de todos os envolvidos. O estudo deste case pode dar idéias para a futura federação brasileira…

As discussões sobre este assunto estão abertas e por enquanto comentários sobre o assunto podem ser enviado para o e-mail fuscabrasil@hotmail.com.

Comentários do Facebook

Alexander Gromow

Ex-Presidente do Fusca Clube do Brasil. Autor do livro EU AMO FUSCA e compilador do livro EU AMO FUSCA II. Autor de artigos sobre o assunto publicados em boletins de clubes e na imprensa nacional e internacional. Participou do lançamento do Dia Nacional do Fusca e apresentou o projeto que motivou a aprovação do Dia Municipal do Fusca em São Paulo. Lançou o Dia Mundial do Fusca em Bad Camberg, na Alemanha. Historiador amador reconhecido a nível mundial e ativista de movimentos que visam à preservação do Fusca e de carros antigos em geral. Participou de vários programas de TV e rádio sobre o assunto. É palestrante sobre o assunto VW com ênfase para os resfriados a ar. Foi eleito “Antigomobilista do Ano de 2012” no concurso realizado pelo VI ABC Old Cars.

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados

%d blogueiros gostam disto: