Conteúdo Fatima Barenco Nossos Colunistas

CLÁUDIO MAZZONI – Sociedade do Carro Antigo de Barbacena, MG

“Automóvel antigo e seus adoradores são peças fundamentais para manter viva a memória do pais”

Ele é design gráfico e sócio da empresa gráfica “Centro Grafico e Editora”, em Barbacena. Carioca, radicado em Minas Gerais há 20 anos, é uma pessoa de muito alto astral. Casado com Cláudia Mazzoni e pai de Carolina. Há 5 anos está à frente da presidência da Sociedade do Carro Antigo de Barbacena, em Minas Gerais. Com seu marketing inconfundível, já tem em segredo o slogan para o encontro anual de seu clube em 2012. O papo mais que descontraído é com o presidente e muito amigo, Claúdio Mazzoni.

  Sociedade do Carro Antigo de Barbacena: como tudo começou?

   A grande maioria dos fundadores ainda está entre nós, participando ativamente da programação social do clube.”

Cláudio Mazzoni – Fátima, tudo começou por aqui ainda no finalzinho dos anos 80. No início os eventos nacionais eram realizados por colecionadores de fora da cidade e que pertenciam a outros clubes. Não existia um clube propriamente dito aqui em Barbacena. Não tinha cabimento, uma cidade com tantos veículos antigos, não ter um clube e ainda realizar eventos por pessoas de fora da cidade. Dai surgiu um grupo na época que resolveu encarar os desafios e fundar a Sociedade do Carro Antigo de Barbacena (SCAB), que na minha modesta opinião é um dos clubes de automóveis mais antigos do Brasil. Dos fundadores da SCAB, infelizmente alguns já partiram, mas a grande maioria ainda está entre nós, participando ativamente da programação social do clube. O nosso vice presidente, o Sr. Hernandes Ramos inclusive fez parte da fundação do clube.

Hernandes Ramos, um dos fundadores

  Faça um balanço de sua atuação à frente da presidência e nos fale o que considera como a maior dificuldade para se manter um clube.

Cláudio Mazzoni – Fátima, por incrível que pareça, eu cheguei à presidência igual a uma pessoa que entra para uma empresa e chega a presidência. Comecei por baixo, primeiro me associei, graças ao amigo Flavio Calazans que me indicou a sede do clube, depois de um tempo comecei a ajudar o ex-presidente Charles dando sugestões, participando sempre, motivando, alavancando e levando o nome da SCAB, via internet para o Brasil. Quando eu menos esperava, me elegeram vice-presidente. Com o fim do mandato do presidente Charles, eu assumi.

Com relação às dificuldades acredito que sejam as mesmas enfrentadas por todos os clubes. Falta apoio, falta patrocínio, e ainda tá faltando o devido reconhecimento de nossos políticos de que o automóvel antigo e seus adoradores são peças fundamentais para se manter viva a memória do pais. Acredito também que já está acontecendo uma pequena mudança, graças à proliferação dos eventos. As cidades já estão se conscientizando de que realizar um encontro só traz beneficios: além de movimentar o comércio, leva o nome da cidade para o restante do pais.

  Além do encontro anual que outras atividades a SCAB realiza?

Ao lado da esposa, Cláudia e filha Carolina

Cláudio Mazzoni –Bem, além de nossos eventos nacionais e anuais, que já estão mais do que consagrados, parte da arrecadação é destinada a duas instituições de caridade daqui da cidade (Lar das Velhinhas e Sociedade São Vicente de Paula) onde doamos produtos de primeira necessidade, como cestas básicas, artigos de higiene pessoal, produtos de limpeza, fraldas geriáticas, roupas e também cobertores.
A Sociedade do Carro Antigo de Barbacena realiza há bastante tempo as confraternizações mensais, ou seja os já tradicionais Bate Papos, onde o maior objetivo é não deixar a chama se apagar e tentar agregar mais amigos para a atividade da preservação do auto antigo. Além disso, sempre que podemos, participamos de encontros de veículos antigos de outros clubes amigos, procurando levar o maior nº de automóveis. É como costumo brincar na internet: “quando vamos, vamos na pressão!” (risos).

  Momentos marcantes e que merecem destaque no clube.

   …minha mãe me deu o carro e em homenagem, está comigo até hoje. É invendável!

Cláudio Mazzoni – Fátima, a meu ver, momento marcante para nós é quando um grande amigo, que está há muito afastado do convívio com clube, voltar a participar. Ee não é só trazer o carro não, é sim, trazer com ele sua esposa, seus filhos, seus netos, ou seja, fazer do clube uma reunião familiar. Este sim, é o objetivo.

  Não podemos deixar de falar sobre a tão polêmica Placa Preta. Carros com placas irregulares, uma grande corrida para se livrar da inspeção veicular. Será que o seu objetivo maior que é o orgulho de se possuir um carro com alto índice de originalidade está morrendo? Gostaria de ouvir a sua opinião sobre o assunto.

Cláudio Mazzoni – Amigos do Maxicar, perdão, mas não gostaria de comentar a respeito da Placa Preta, pois aqui na SCAB, é assunto mais do que resolvido, não fornecemos nem avaliamos veículos para a PP. Temos todas as condições para tal, mas PP, por aqui foge totalmente de nosso objetivo, que é fazer novos amigos, e não afastá-los. Ainda assim acredito que a PLACA PRETA, deve e deveria somente ser fornecida a automóveis com alto indice de originalidade e nada mais.

Os encontros mensais agora agora acontecem na Praça do Globo

  Vamos falar um pouco sobre o antigomobilismo em sua vida. Como e quando surgiu sua paixão pelos carros antigos?

Mazzoni tem um carinho especial pela “Velha Dama”…

Cláudio Mazzoni – Grande pergunta (risos)! Vamos lá. Começou infelizmente ou felizmente, com o falecimento de meu avô, que eu considerava como meu segundo pai. Ele sempre foi apaixonado por seus carros, lembro de que quando era bem criança, brincava dentro de seu Oldsmobile anos 50, enquanto ele vivia futucando e fazendo manutenção nele. Os anos passaram e o Olds foi vendido na época da crise do petróleo. Depois veio e foi um Fuscão 1971 e finalmente o último carro foi o VW BRASILIA 1975 que foi tirada 0KM, carro este que foi até o final da vida dele. Me levou para todos os lados, de escola a hospital durante todos aos anos 70, 80 e 90. Com o falecimento do meu avô, minha mãe me deu o carro e em homenagem a ele, está comigo até hoje. É invendável!

A – Parece que a família agora está crescendo, quem é o seu mais novo xodó sobre rodas?

CM – Pois é Fátima, é inevitável, é como se fosse uma droga viciante, quem gosta da “ferrugem” não tem jeito. Você entra no hobby com um, participa, conserva, daqui há pouco junta um “dim dim”, aparece outro num bom precinho, dai você pega, e quando se toca, já são 3 filhos. O novo xodó é um PASSAT 74, do primeiro modelo, e em bom estado de conservação.

B – Também tem nome?

CM – Sim o mais novo integrante já foi batizado como: “HOLANDÊS VOADOR”

C – Uma curiosidade: algum significado especial para o nome dos seus carros “Velha Dama” (Brasília) e “Pequeno Príncipe” (Fusca 1500)?

Ao lado da mãe

CM – Sim, dar nome aos carros é como adotar um filho, e todo filho tem que ter nome. Lembro bem que quando adquiri o Brasilia, não conhecia bem o carro, precisava ter informações de como mantê-lo, dai recorri à net, que por sinal estava bem no começo. Não havia informações precisas na rede, porém consegui manter contato com um outro aficcionado pelo modelo, o RAFAEL ZIM, meu amigo, e um dos maiores conhecedores do modelo, e que tinha na Internet um site – O VW BRASILIA WEB SITE. Tempo vai tempo vem, por lá apelidamos em forma de brincadeiras, O BRASILIA com o nome carinhoso de VELHA DAMA, dai o nome pegou, e quem possui o modelo tem a obrigação moral, (risos) de nomeá-lo como: A VELHA DAMA.
Dai o hábito de nomear carinhosamente meus xodós. Faz parte e descontrai.

 A região de Barbacena é conhecida por ótimas coleções de automóveis. Alguns desses colecionadores inclusive participaram da fundação da Sociedade do Carro Antigo de Barbacena. Poderia falar um pouco sobre isso?

Cláudio Mazzoni – Sim com certeza, Barbacena é bem rica em coleções, como já enfatizado na pergunta nº 1, estamos atualmente com mais de 250 autos antigos, com 30 anos ou mais de fabricação. Alguns já prontos, outros ressurgindo, e outros inclusive sendo adquiridos através de compra. Somente ano passado, a SCAB, contabilizou, mais de 15 autos antigos se juntando a frota de Barbacena.

  Como estão os preparativos para o Barbacena 2012? Seu forte marketing, já tem o novo slogan?

Cláudio Mazzoni – Fátima, por aqui ainda não temos nada concretizado com relação ao BARBACENA 2012, mas com certeza em breve teremos novidades, estamos no momento dando total prioridade aos Bate Papos Mensais, pois a hora de arrumar a casa é agora, para ai sim conseguir receber bem os visitantes.
Slogan? já temos. Mas prefiro deixar por enquanto em segredo.

O Encontro Anual SCAB acontece com grande sucesso na APEC, concessionária Volkswagen

  Para quem quiser se filiar a Sociedade do Carro Antigo de Barbacena, como deve proceder?

   Barbacena é bem rica em coleções. estamos atualmente com mais de 250 autos antigos

Cláudio Mazzoni – É bem simples, no momento não estamos cobrando mensalidades para se filiar. Basta comparecer e prestigiar com regularidade nossas atividades, ou seja, os encontros mensais, visitas a outros eventos e atividades diversas.


Cláudio Mazzoni –
Gostaria de agradecer de coração a oportunidade de divulgar e mostrar um pouco de mim e de nossas atividades aqui em Barbacena, o apoio que é fornecido pelo Portal Maxicar, é de suma importância para o Antigomobilismo nacional, sempre imparcial e de postura honesta. Qualidade fundamental para o desenvolvimento de nosso hobby.
10.gifNossa entrevista está chegando ao fim e deixamos aqui com a palavra o grande amigo e presidente Claúdio Mazzoni , com quem tive a honra de conversar, para que deixe uma mensagem aos antigomobilistas que prestigiam o Portal Maxicar e agradeço por podermos mostrar a cada mês um pouco mais sobre os clubes de carros antigos no Brasil.

Um grande e fortíssimo abraço à Fátima, ao Fernando e a todos os loucos pela ferrugem.

Claudio Mazzoni – Presidente da Sociedade do Carro Antigo de Barbacena, MG

“NOVOS TEMPOS, NOVOS RUMOS”

Comentários do Facebook

Fatima Barenco

Editora do Portal Maxicar. Emails para essa coluna: fatima@maxicar.com.br

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados