Coberturas Conteúdo Eventos

2º Encontro de Carros Antigos de Entre Rios de Minas – MG

Os automóveis começaram a chegar após a missa

2º Encontro de Carros Antigos de Entre Rios de Minas – MG

Domingo, na Praça da Igreja

Foi oportunidade de esclarecer antigomobilistas sobre a legislação sobre placa preta

Mantendo o espírito de difundir o antigomobilismo por toda a sua área de atuação, e não apenas em sua cidade-sede — Conselheiro Lafaiete — o Clube de Autos Antigos Rota Real (CAAR), realizou no último domingo, 29 de março, a segunda edição do Encontro de Carros Antigos de Entre Rios de Minas.

A exemplo do ano passado, a população da antiga cidade de 14 mil habitantes e distante 120 quilômetros da Capital recebeu com muita alegria os automóveis antigos, que começaram a se perfilar no entorno da Praça Senador Ribeiro logo após a missa da manhã, realizada ali, na Igreja Matriz.

Contrariando a previsão de mal tempo na região, o dia estava ensolarado e agradável, o que fez com que mais antigomobilistas se animassem a colocar os seus xodós na estrada. Pode haver coisa melhor numa manhã de domingo?

Parte da equipe organizadora do evento e antigomobilistas

Como acontece na maioria dos eventos de antigomobilismo pelo Brasil, neste também prevaleceu a presença dos automóveis de modelos nacionais, com destaque para os fabricados nos anos 1960 e 70, hoje já mais raros. Nesta categoria, destacamos os utilitários Chevrolet Amazona 1963 — uma derivada da Brasil com suas três portas —, Kombi de Luxo 1969 e Chevrolet C10 1973. Entre os de passeio, um belo Aero Willys 1966 com pintura em duas cores, Opala Gran Luxo automático 1973, Ford LTD 1979, Fusca 1300 L 1977 da própria cidade e Corcel GT 1973.

Em sentido horário, a partir do alto: Kombi de Luxo, Chevrolet Amazona, Opala Gran Luxo e LTD

Entre os importados, um belo e bem conhecido na região Chevrolet Bel Air 1954 e um Mercedes-Benz 280S 1978. O proprietário do Furgão F1 Hor Rod fabricado em 1951 teve que improvisar um retrovisor externo que havia quebrado. A solução foi prender com fita transparente sobre o original um desses baratinhos, facilmente encontrados em “lojas de R$ 1,99”. Quebrou bem o galho!

Foi necessário improvisar um retrovisor por causa da quebra do original

O Clube de Autos Antigos Rota Real promoveu durante o evento uma palestra e exibição de vídeo esclarecendo os antigomobilistas a respeito da legislação a respeito dos Veículos de Coleção, aqueles com placas pretas. Membros do clube também fizeram pré-vistorias informais nos veículos daqueles proprietários que têm a intenção de pleitear placas pretas para seus veículos e desejavam saber previamente se eles teriam condições de conservação e originalidade suficientes para isso.

Um dos diretores regionais da Federação Brasileira de Veículos Antigos, o presidente do CAARR, Caio Mário Baptista Pereira explicou a importância desse tipo de esclarecimento:
— Muitos antigomobilistas frequentam os encontros, mas têm muitas dúvidas a respeito de como obter as placas pretas para seus veículos antigos. É importante que os clubes contribuam nesses esclarecimentos.

Caio aproveitou para agradecer o apoio da Prefeitura local e pela ajuda dada por diversas pessoas na realização do evento, principalmente ao incansável João Eduardo. Parte da quantia arrecada com as inscrições, foi doada ao Asilo Dona Alzira, de Entre Rios de Minas.

Texto e edição: Fernando Barenco
Fotos: Organização do evento

   ÁLBUM DE IMAGENS

Comentários do Facebook

Novidades dos Classificados

%d blogueiros gostam disto: