Conteúdo Repórter Maxicar

SP2: um grande sucesso também na Alemanha

internacional

SP2: um grande sucesso também na Alemanha

Grupo de entusiastas europeus se reúne para cultuar o esportivo brasileiro no berço da Volkswagen

Esta reportagem aconteceu por acaso. Tudo começou em janeiro passado, quando nosso colunista Alexander Gromow, publicou o artigo “Um dia para comemorar: aniversário de Márcio Piancastelli”, sobre uma festa que aconteceu no ano passado e reuniu diversos admiradores do SP2 na casa do hoje aposentado – mas não menos admirado – criador do VW SP2 e também da Brasília.

Poucos dias depois de a matéria ir ao ar, recebemos um simpático e-mail do alemão Achim. “Eu sou o cara que enviou a medalha comemorativa do Encontro Alemão do SP2 para Márcio Piancastelli. Fiquei muito feliz que ele gostou! Aqui na Alemanha temos um pequeno grupo de entusiastas do Sp2 e que aumenta cada vez mais. Aqui o Sp2 torna-se cada vez mais e mais famoso.” nos contou na mensagem em inglês.

Piancastelli e a medalha comemorativa do evento realizado na Alemanha

O evento em questão foi o Internationales VW SP2 Treffen, realizado na cidade de Braunschweig entre 27 e 29 de junho de 2014. Encaminhamos o e-mail diretamente ao Alexander Gromow e como brasileiros ficamos orgulhosos de saber do sucesso que nosso SP2 no exterior, um esportivo brasileiro ‘da gema’, tanto de projeto, quanto de produção.

Então pedimos a Achim que nos contasse com mais detalhes sobre esse movimento de culto ao SP2 na Europa. Ele nos mandou então o relato que reproduzimos a seguir, além das fotos que fazem parte da galeria de imagens.

Aqui na Alemanha, não temos um clube especializado no VW SP2. Somos alguns entusiastas dos carros clássicos em geral e do Sp2 em especial. Inclusive nosso companheiro Bata Bahler, da Suíça, criou um web site muito bacana sobre o SP2, que pode ser acessado no endereço: www.vwsp2.ch.

O primeiro encontro de SP2 na Alemanha aconteceu na propriedade de Jürgen Kolle, um grande admirador dos Volkswagens

Sempre pensamos em fazer um evento que reunisse os SP2 na Alemanha. Então tivemos a sorte de encontrar um local muito agradável. Foi a propriedade de Jürgen Kolle, que possui uma grande coleção de carros clássicos em Braunschweig. A maioria de seus carros são Volkswagens, mas há também de outras marcas. Conheça a sua coleção em www.historische-fahrzeuge-bs.de.

Queríamos reunir o maior número possível de proprietários do SP2 neste evento. Achávamos que deveria haver de 10 a 15 SP2 em toda a Alemanha. Mas agora sabemos que esse número pode ser maior. Além disso, há muitos exemplares também em outros países europeus, como Grã-bretanha, Espanha, França, Holanda, Bélgica, Áustria, Itália e Suíça. Seria muito bom se cada proprietário de SP2, não importando onde ele more, pudesse registrar seu carro no site que citei acima. Isso poderia ajudar a obtermos uma visão geral do montante de SP2 sobreviventes em todo o mundo.

Em Braunschweig, tivemos a participação de 6 exemplares do SP2, rodeados por outros dois esportivos brasileiros: o Karmann Ghia TC e o Ventura. Os participantes vieram da Suíça, Áustria e Alemanha. Havia muitos espectadores interessados, que queriam obter informações sobre este carro raro.

Durante os últimos dois anos tivemos algumas reportagens sobre o SP2 em diferentes revistas de automóveis clássicos da Alemanha, como a Auto Bild.

Uma das razões que torna o SP2 um grande clássico aqui é o fato de ser um automóvel esportivo com o emblema da VW que nunca foi oficialmente vendido no país de origem da fábrica da VW. O carro é uma grande sensação em todos os lugares em que ele aparece em público. A maioria das pessoas nunca viu um SP2 na rua. Como proprietário de um SP2 você tem que responder inúmeras perguntas e todo mundo quer tirar fotos do carro.

Bata Bahler planeja uma segunda reunião SP2 próximo ano. Temos a certeza de que vamos ter um pouco mais SP2 lá do que no ano passado. E espero que a própria Volkswagen participe com com um dos seus 3 ou 4 SP2. Isso seria ótimo!”

Achim

 Texto  e edição: Fernando Barenco
Fotos: Andreas Dierkes e Achim

Comentários do Facebook