Conteúdo Crônicas... e outros textos

Imperador e seus duzentos

Imperador e seus duzentos cavalos prateados

*Marcelo Senteio

 

Estou transbordando de alegria…
Tudo vai bem, tudo a caminho da felicidade…
De pé, olhando pra você, frente a frente, olhos nos olhos…
Sinto o respeito que você tem por mim, assim como tenho por você.
Somos quase iguais.
Você é quase da minha idade.
Sou meio agressivo.
Tenho grande força quando me é preciso.
Minha fisionomia não demonstra ser muito amigável.
Sou um pouco folgado e porque não dizer até espaçoso.
Nasci no quarto mês do ano, no mesmo dia de Charles Chaplin, Você também!
Somos arianos!
Sou descendente do império Inca, você é o Imperador.
Você está cada dia mais novo e confiável, eu, a cada dia mais velho e menos confiável… ops… falhei nessa, mas é a lei natural.
Cara, você sabe que eu te amo, sabe que nunca presenteio você com produtos duvidosos, sempre te ofereço o melhor…
Agora chegou a nossa vez, vamos correr por aí, ouvir músicas juntos, olhar o nascer e o pôr do sol em silêncio, trocar olhares emocionados.
Chegou à hora de voltarmos a curtir a vida!
Você foi “o cara” durante 4 anos consecutivos, passeou com as mais altas autoridades do país, levando-os a lugares que, de repente, nem gostava de ir…
Sabe, você ainda é “o cara” de muita gente, continua sendo e pra mim, você é mais que isso.
Sempre me emociono quando estou com você, rodando por aí, bem à toa, assim, bem devagarzinho, mas se precisar correr você responde prontamente ao meu pedido, é, você é e sempre será o “cara dos caras” pra mim…
Meu Imperador é carregado por duzentos cavalos, e quando olham, vêem um vulto cinza esverdeado passando ao lado, quebrando o vácuo, literalmente, balançando os que estão ao lado.
Duzentos cavalos quase prateados cruzando os olhos de quem, talvez, nunca viu uma barca destas nas ruas, as crianças apontam e sorriem, os adolescentes sonham e os mais velhos deixam cair algumas lágrimas ao te verem, trazendo um passado que já não volta mais.
Esse é você, meu sonho de infância, meu grande companheiro…
Enfeitando a garagem!
Estou de pé, olhando pra você, frente a frente, olhos nos olhos…


PS.: Aproveitando o que o PORTUGA falou sobre curtir os carros e não deixá-los para os outros verem, NÃO ia enviar isso, fiz pra mim, pois o que sinto é verdadeiro, e graças á ele tenho uma gama ainda maior de amigos! Por isso o fiz… E sinto todo esse carinho por ele….
23-06-09 09h48


 

*Marcelo Senteio é amante da história nacional, sócio do Galaxie Clube do Brasil, preserva e mantém a história automobilística nacional cuidando de um Ford 1929, um Opala SS 1973, uma Chevrolet C14, um Miura 1979, e, claro, o Imperador que é um Galaxie Landau 1979. Filatélico e numismata na área nacional. Coleciona também brinquedos, relógios e outros itens antigos. Nas horas vagas escreve para sites e revistas, cria miniaturas em papel dentre outros diversos hobbys

 

Comentários do Facebook

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados