Conteúdo Crônicas... e outros textos

13 legiões

13 legiões
De volta às andanças

*Marcelo Senteio

 

Eu sou guerreiro, já fui mutilado e senti o cheiro da morte.

Teve épocas da minha vida que meu corpo era como o de Frankenstein, partes de vários outros da mesma raça que eu.

Refiz-me, igualaram minhas diferenças, recompus, repintei, não voltei a ser o que era, pelo peso da idade, mas ando muito bem e estou em excelente estado de saúde.

Outros, bem mais jovens do que eu, não correm como eu…

O vento que bate nos meus olhos pesa mais do que os que batem nos seus, afinal, aqui a pressão é bem maior.

Em mim, agrega um conjunto de itens que você talvez nunca tenha visto, principalmente se for alguém que não está sintonizado ao belo, ao glamuroso, ao antigo e de bom gosto.

Sim, bom gosto! Já corri com muitos generais, coronéis, prefeitos, vereadores, presidentes e até o papa. Você já correu com quem?

Não olhe pra mim com desleixo, respeite a imponência que lhe transmito.

Aceite-me como alguém que fez e faz parte da história, vivendo ao lado de pessoas que transformaram nosso país, assim também marquei e mudei toda uma geração.

Não ria, e sim sorria quando eu passar e olhar pra você, sinta-se privilegiado de estarmos cruzando nossos caminhos, pois sou raro e lhe dou a oportunidade de estar ao lado de quem faz muito sucesso, de quem foi e é o sonho de milhões e pessoas, pessoas essas, mais velhas que você, e olhe, muitos jovens, ao me verem pela primeira vez, também poderão ter o mesmo desejo, de um dia, ter-me como um grande amigo, ou porque não dizer, alguém da família.

Podendo me conduzir, devagar, mas pronto pra deslanchar, caso seja necessário, ouvindo o que você gosta, centenas de olhares nos cortam pelo caminho, enchendo a cabeça de quem nos observa de desejos, sonhos, ou apenas deixando-os de boca aberta, pupilas dilatadas, querendo estar conosco, querendo ser você…

Sinta-se feliz!

Ter o que deseja é algo trabalhoso, porém torna-se mais precioso do que realmente o é. O valor sentimental não tem cheiro, não tem gosto, não se vê, impossível se medir na balança.

Portanto cuidado ao chegar perto de mim, alguém pode ficar violento se você fizer algum movimento errado, algo suspeito, sempre estarei em observação.

Mas quando o olhar é agradável e suas perguntas são inteligentes, responderemos com carinho e algumas pitadas de orgulho, e não se assuste caso receba um convite para corrermos juntos, você saberá o que é passear com um “V.Oito” podendo entender o porquê desta magia que tanto paira na vida de quem gosta de mim e de tantas outras máquinas maravilhosas.

Esse sou eu, voltando à vida, passeando pelas avenidas e claro, deixando muitos pra trás, não por maldade, apenas por criação. Nasci assim, vivi assim, e continuo andando na frente.

Quem sou?

Um dos poucos que restaram das quase 13 legiões.

Muito prazer – Sou o Imperador!

 

*Marcelo Senteio é amante da história nacional, sócio do Galaxie Clube do Brasil, preserva e mantém a história automobilística nacional cuidando de um Ford 1929, um Miura 1979, um Opala 1973 e, claro, oImperador que é um Galaxie Landau 1979. Filatélico e numismata na área nacional. Coleciona também brinquedos, relógios e outros itens. Nas horas vagas escreve para sites e revstas, cria miniaturas em papel dentre outros diversos hobbys. e-mail: mads73@pop.com.br

 

Comentários do Facebook

Adicionar Comentário

Clique aqui para postar um comentário

Novidades dos Classificados